sábado, 4 de julho de 2009

Um ano inteiro

Ahh como eu queria
Escrever agora
De uma vez só
Falando de tudo
Falando de como foi difícil
Um ano inteiro longe de você
De como foi pra mim
Das outras
Das tentativas de amores forjados
Dos olhos de vidro
Tinham olhos de vidro
Nada além
Sei que tinham alma
Eu não consegui ver
Sei que suavam frio
Eu não senti
Um ano inteiro longe de você
Não consigo descrever
Os textos vazios são brancos
Sem palavras
Um ano inteiro sem palavras
O ano mais branco de todos!

Um comentário:

Marco H. Strauss disse...

olha cara, tu falo pra mim: não conhecia esse teu lado. Agora falo o mesmo pra ti.
Gostei! :D bem profundo. muito bom mesmo. parabéns! :D:D:D

Outro começo de noite

Outro começo de noite