segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Homem não chora

Mais uma vez

Eu sei

Que homem não chora

Mais uma vez

Eu sei

Que não há tempo

Porque homem não chora

Há sempre alguém

Esperando

Se espelhando

Há sempre alguém

Acreditando

Que você não vai parar


Mais um

ou outro dia

Fica difícil

Pedindo algum tempo

Só o necessário

Pra engolir seco

Em qualquer canto

Qualquer lágrima

Que ouse tentar cair


Respirando fundo

Olhos vazios

Que não encontram

Lugar algum

É só meia hora

É só meia hora

Ate nascer

Um sorriso forçado

De quem precisa

Ser inatingível

Mostrando uma força

Que só existe

Na imaginação daqueles

Que acreditam

E precisam se segurar


Mas homem não chora

É o que eu e você sabemos

Sempre dando um jeito

Pra que tudo termine bem

Mas peço só meia hora

É o meu tempo

Um momento

E então sigo

Mais uma vez meu caminho

E tudo terminará bem

Com um sorriso forçado

De certa confiança

Vinda de lembranças

E exemplos

Porque homem não chora

É o que eu e você sabemos

2 comentários:

Fernanda Matos disse...

Se teu homem interno tá proibido de chorar, chama pelo menino que há em ti e chora com ele... ele pode!

Ricardo Esteves disse...

isuahsiuhas
dexa disso é so um texto = )

Outro começo de noite

Outro começo de noite