quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Frosty sunday Morning

Uma manha fria de domingo
e as memórias me vem á cabeça
me perdendo nas lembranças
de tudo em que um dia acreditamos
dos nossos pensamentos distantes
que pareciam tão reais..
mas nada parece ter mudado,
eu olho pela janela e vejo a mesma chuva cair,
é como se o tempo quisesse você aqui,
ligo a tv e como sempre eles não tem muito o que dizer,
tento decorar as besteiras que eles dizem e que mais tarde quero comentar com você
já faz tanto tempo e eu ainda não me acostumei
a dividir minha vida comigo mesmo,
ainda penso no que você diria
ou o que acharia de cada coisa,
e no final as manhas frias que esperei por um ano inteiro
não são assim tão legais,
o tempo te pertence
e não se completa na sua ausência,
no meu natal um único feliz natal fará muita falta
até um tombo no barro esse ano fará falta,
mas o verão com cara de inverno continua,
e com certeza, eu não sei como, mas com certeza,
um dia, e vai ser logo, vou olhar a janela e verei um novo horizonte.

7 comentários:

Allässe disse...

carambaaa! O amigo do meu namorado é um perfeito poeta! :D

Gabriela Domiciano disse...

acho q certos textos seus não me fazem mt bem.........
=/
mas concordo com menina acima!!!

=)

Ricardo disse...

O texto acima como os demais não são de histórias necessariamente reais xD

Gabriela Domiciano disse...

eu sei!!!
mas as sensações q um texto provoca são reais!!!
é isso, e tb é sinal de que está escrevendo bem, bons textos provocam mais do que simplesmente agradam!!!

=D

Gabriela Domiciano disse...

não precisa se preocupar não!!!
=)
escreva sempre o q você tiver vontade de escrever, independente das opiniões alheias (minhas inclusive......huahauhauahua)
certo???

bjos

Patrese disse...

Tá querendo fugir de casa denovo? auihauhauhauiahuhaua

Ricardo disse...

é Patrese.. On The road =D

Outro começo de noite

Outro começo de noite